Saltar para os conteúdos

Viver

Av.ª da Liberdade, n.º5
7425-201 Foros do Arrão
Telefone: 242 965135
Email: geral@forosdearrao.pt
Site: www.forosdearrao.pt

Presidente – José Manuel Rebocho Esporeta (PS)
Secretário – Manuel Maria de Jesus Tomé (PS)
Tesoureiro – Gabriel Oliveira Fontes (PS)

Assembleia de Freguesia

Presidente – Ana Rosa Nunes Alves Mendes (PS)
1º. Secretário – Teresa Isabel Garcia Francisco (PS)
2º. Secretário – Sónia Maria Prates Sequeira (PS)Júlio Pedro Felisberto Oliveira (CDU/PCP-PEV)
Maria de Jesus Prates Alves Fortuna (CDU/PCP-PEV)
Ana Margarida Fontes Matias (CDU/PCP-PEV)
António Henrique Dias (PS)    

História

Foros de Arrão é uma pequena aldeia localizada no extremo ocidental do distrito de Portalegre, na fronteira com o de Santarém, distando cerca de 18 km de Montargil e 32 km da sede de concelho, Ponte de Sor.

A freguesia de Foros de Arrão foi criada no concelho de Ponte de Sor pela Lei n.º 46/84, de 31 de dezembro, autonomizando-se da freguesia de Montargil.

Ao que tudo indica, a sua origem remonta a 1912 e à terra conhecida por “Herdade do Arrão”, cujo proprietário, Pedro Aleixó Falcão, a decidiu aforar, dividindo-a em foros ou talhões, distribuídos por várias famílias. O topónimo provém, pois, dessa divisão da “Herdade do Arrão” em foros. Os primeiros foreiros vieram sobretudo de Chamusca, Mação e Abrantes.

Digna de registo na história desta aldeia é também a construção, nos anos de 1932-1933, de um moinho de vento, motivada pela inexistência de cursos de água que fornecessem a energia motora para a moagem dos cereais cultivados. A sua atividade cessou devido à falta de vento causada pela plantação de pinhais nas proximidades e o moinho, que esteve em ruínas durante décadas, encontra-se atualmente a ser recuperado pelo Município de Ponte de Sor.

Bibliografia:
Ana Isabel Coelho Silva (Historiadora), abril 2014

POPULAÇÃO: 
919 habitantes / INE /CENSOS 2011 Resultados Definitivos

ACTIVIDADES ECONÓMICAS:
Silvicultura, Agricultura e pequeno comércio.

FESTIVIDADES:
Festejos Populares de Verão em honra da Nossa Sr.ª da Paz.

FEIRAS:
Mercado mensal – 3º Domingo de cada mês.

ARTESANATO:
Trabalhos em têxtil, madeiras, metais e telas.

GASTRONOMIA:
Lebre com feijão branco, ensopado de borrego, enchidos, túbaras com ovos, migas de espargos, cogumelos, guisados com carne de alguidar, achigã assado na brasa, produtos de caça e serrabulho.